Notícias

Poder público e sociedade civil discutem Política de Resíduos Sólidos na I Conferência de Meio Ambiente de Cordeiro

Prefeito e secretário debateram diversos temas com os participantes Na terça, 13, foi realizada, com início às 13 horas, a I Conferência Municipal de Meio Ambiente de Cordeiro, no Parque de Exposições Raul Veiga. O tema central foi a Política Nacional de Resíduos Sólidos, assunto que merece atenção especial, principalmente em razão do prazo para acabar com os lixões e para o processamento de lixo operar de forma disciplinada, que é 2014.

O prefeito Salomão Lemos e o secretário de Meio Ambiente, Lauro Conde, iniciaram os trabalhos da Conferência, que contou com boa participação popular. Participaram representantes de entidades civis e públicas, além membros da comunidade ligados principalmente às áreas de meio ambiente, agropecuária e educação.

Desde o início, foram discutidos democraticamente vários temas relevantes, como o descarte do entulho de obras, a reciclagem do lixo e a formação de cooperativas de catadores. Foram apresentadas diversas sugestões, houve debates, inclusive com a participação do prefeito, e o trabalho foi considerado muito proveitoso.

Lauro Conde explana sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos O secretário Lauro Conde explanou sobre a Lei 12.305, de agosto de 2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos, falando dos seus princípios, objetivos e instrumentos. Relatou os geradores de resíduos em Cordeiro e explicou a situação da usina de reciclagem de lixo, que foi encontrada desativada, gerou problemas junto a órgãos ambientais e ao Ministério Público, e está sendo recuperada pela atual administração, que pretende promover seu funcionamento em parceria com cooperativas de catadores.

Algumas sugestões apresentadas na Conferência: colocação de tambores para recolhimento de lixo na zona rural; destinação de local para descarte de entulho da construção civil e aquisição de um triturador para processar o entulho e reaproveitá-lo nas estradas vicinais; divulgação da Lei 12.305 nas escolas; cursos de educação ambiental para quem realiza a coleta do lixo; campanhas contra a queima do lixo; ampla divulgação dos dias e horários de passagem do caminhão da limpeza urbana.

Ao final da Conferência, foram eleitos os delegados que representarão Cordeiro na Conferência Estadual de Meio Ambiente, sendo um representante do poder público e cinco da sociedade civil.  

Deixe uma resposta